Definição de Termos usados nos Animes - Universo 3GP

Definição de Termos usados nos Animes


Anime: Animê (português brasileiro) ou animé (português europeu) é qualquer animação produzida no Japão. A palavra anime tem significados diferentes para os japoneses e para os ocidentais. Para os japoneses, anime é tudo o que seja animação, seja ele estrangeiro ou nacional. Para os ocidentais, anime é toda a animação que venha do Japão. A origem da palavra é controversa, podendo vir da palavra inglesa animation ("animação") ou da palavra francesa animée ("animado"), versão defendida por pesquisadores como Frederik L Schodt e Alfons Moliné. Ao contrário do que muitos pensam, o animê não é um género, mas um meio, e no Japão produzem-se filmes animados com conteúdos variados, dentro de todos os géneros possíveis e imagináveis (comédia, terror, drama, ficção científica, etc.). Uma boa parte dos animes possui sua versão em mangá, os quadrinhos japoneses. Os animes e os mangás se destacam principalmente por seus olhos geralmente muito grandes, muito bem definidos, redondos ou rasgados, cheios de brilho e muitas vezes com cores chamativas, para que, desta forma, possam conferir mais emoção aos seus personagens. Animes podem ter o formato de séries para a televisão, filmes ou OVAs.
Filler: É usado pela comunidade de fãs lusófonos para denominar episódios ou arcos inteiros de uma série de anime inexistentes na série original do mangá do qual a mesma foi adaptada. Geralmente são produzidos para impedir que a série de TV alcance as publicações atuais da série do mangá - geralmente mais lenta -, evitando paralisações. Isso permite que a franquia ainda possa ser explorada comercialmente, mantendo sua popularidade - mesmo que nem sempre seja positiva.
Semi-Filler: É usado em animes, e, assim como o Filler, ele possui a mesma utilidade, porém, é constituído de uma certa parte original do mangá e uma certa parte inventada, sendo que esta parte inventada não está presente no mangá. Isso torna o anime mais longo e fazendo a história principal andar mais devagar.
Filler Canon: São episódios que não estão presentes na série original (não há o conteúdo na obra original) e foram adicionados no anime, porém, esses episódios fillers são dirigidos pelo autor original, por isso são chamados de filler Canon.
Omake: Diz respeito, no Japão, aos capítulos extras ou tirinhas nos mangás, extras nos DVDs e nos jogos incluídos na compra de algum produto. No Ocidente, refere-se apenas aos extras que vêm incluídos na compra de anime ou mangá.
Gaiden: É uma palavra da língua japonesa para "história paralela" ou "conto", utilizada para se referir a uma anedota ou uma biografia suplementar de uma pessoa. O uso do termo gaiden é normalmente utilizado em spin-off de obras literárias. Alguns gaiden são contados na perspectiva de um outro personagem, similar a um flashback.
OVA: Por vezes chamado de OAV (siglas para Original Video Animation e Original Anime Video), é um formato de animação que consiste de um ou mais episódios de anime lançados diretamente ao mercado de vídeo (VHS ou LD, atualmente DVD e Blu-ray), sem prévia exibição na televisão ou nos cinemas.
Shōnen: É um gênero demográfico de mangá direcionado a jovens do sexo masculino, apesar de poder também interessar a qualquer gênero ou faixa etária.
Ecchi ou Etchi: É um termo japonês que refere-se a relação sexual. No Ocidente, o termo é associado principalmente com animes, mangás, ou jogos que apresentem a sensualidade como principal tema, em contraste com o termo hentai, usado para aqueles que apresentam sexo explícito.
Hentai: É uma palavra japonesa que, nos países ocidentais, é usado para se referir, em especial, à pornografia que é exibida em certos desenhos e mangás do Japão.
Steampunk: É um gênero de ficção especulativa ou ficção científica, que pode ser considerado um sub-gênero do cyberpunk.
Harém: É um gênero de anime e mangá que apresenta um personagem masculino ou feminino, que vive rodeado por várias personagens do sexo oposto. Normalmente, são comédias românticas, mas podem se tratar de outros tipos.
Fansub: É uma palavra de origem inglesa, formada da contração de fan (fã) com subtitled (legendado), ou seja, legendado por fãs. Indica um grupo de fãs que colocam legendas em filmes ou série de TV de outra língua, sem autorizações dos criadores das obras, por conseguinte podendo ser de maneira ilegal. Eles agem geralmente quando as obras não foram lançadas oficialmente no país. Mas há casos em que o fansub é uma concorrência direta e ilegal com as ofertas comerciais normais quando a obra é distribuída oficialmente em outros países que o país de origem. Hoje a palavra é de uso amplo também em português, especialmente entre fãs de anime.
Otaku: É um termo usado no Japão e outros países para designar fã de animes e mangás. Entretanto, no Japão, o termo pode ser utilizado para designar um fã de qualquer coisa em um grande excesso.